Seguidores

Siga por Email

terça-feira, 30 de novembro de 2010

SOU DEPENDENTE, CONFESSO


Chega!
Confesso!
Sou viciada.
Peço desculpas aos parentes, amores e amigos, mas sou dependente.
Ao longo dos anos tentei inutilmente resistir a esta tentação louca, que vinha do fundo de cada neurônio meu e me consumia a mente em vontade alucinante.
Agora é tarde, sinto-me totalmente a mercê deste vício e cada dia declino mais ao fundo do poço, e neste fundo cada vez mais não me vejo sozinha, imensamente acompanhada de outros como eu viciados que se entregaram a esta vontade lancinante.
Não há mais o que fazer, ao simplesmente olhar o meu objeto de desejo ou somente inalar seu mais singelo aroma me acabo e transbordo de degeneração mental e não resisto, me entrego compulsivamente.
Será meu fim?
Esse prazer que me leva ao limiar da dor do prazer, me é tão gratificante que imploro a todos:
Deixem-se levar!
Não há nada mais glamoroso.
Venham, juntem-se a mim nesta droga, neste vício, nesta vontade louca e desvairada que irá transformá-los para o resto de seus dias.

Entreguem-se ao melhor de todos os vícios:

A LEITURA.

Fabiana Guaranho


Não vai embora ainda



Deixe um comentário, por favor!

aMiGoS Que Me NaVeGaM Na eSFeRa

CHEGOU O PORTAL DE COMUNICAÇÃO DE ARQUITETOS, ENGENHEIROS E AFINS

VISITEM O POENARCO.
O PORTAL DA ENGENHARIA, ARQUITETURA E CONSTRUÇÃO.

ShareThis