Seguidores

Siga por Email

terça-feira, 23 de junho de 2009

Dia 23 de junho - DIA DO LAVRADOR

imagem da web, todos os direitos reservados ao autor

LAVRADOR(A)


Homem,
Mulher,
Criança.
Que lavra.
Que ara.
Que limpa.
Que amacia.
Que garimpa.
Que aduba
Que fecunda,
A terra.
Semente,
Que joga.
Que planta.
Que brota.
Semente,
Que nasce.
Renasce.
A terra.
O que seria da terra?
O que seria do solo?
Sem essas mãos?
Calosas.
Idosas.
Secas.
Pequenas.
Precoces.
Lavrador.
Lavradora.
Lavre,
A terra,
E receba,
De presente,
A semente,
Que brota.
E hoje,
E sempre.
Meu muito obrigada!
Sem vocês,
O solo,
Não seria nada.
Parabéns.

LAVRADOR(A)




FaBiaNa GuaRaNHo

8 comentários:

  1. Prezados amigos
    Há muito venho lendo e vendo o que tem acontecido no Brasil com relação aos nossos políticos. Não passa um dia sem que haja uma denuncia de atos de corrupção, falta de ética, e imoralidade por parte de nossos governantes.
    O Presidente Lula recentemente em defesa do Senador José Sarney definiu que no Brasil existem dois tipos de cidadãos. Aqueles para os quais não existe lei ou Constituição e os demais que estão submetidos aos rigores da lei.
    Aqueles que sofrem nas filas do SUS, ficando internados em macas nos corredores dos hospitais e aqueles que se tratam nos melhores hospitais do país com a melhor equipe médica. Em ambos os casos o contribuinte paga.
    É chegada a hora de parar de reclamar e partir para a ação antes que seja tarde demais.
    Minha proposta e que comecemos em conjunto a pensar numa ação coordenada para o dia 7 de setembro de 2009. É o dia em que comemoramos a independência de nossa pátria, a libertação de nosso povo. Não há momento melhor do que este para um protesto contra a pouca vergonha, os desmandos do governo e o fato de que pouco a pouco estamos perdendo nossa liberdade e democracia.
    Sugestões para o email laguardia.luizf@gmail.com

    ResponderExcluir
  2. Gostei da sua homenagem ao homem da terra
    Aquele que trabalha incógnito para que tenhamos fartura em nossas mesas.
    Aquele que trabalha duro , que agradece ao sol e que espera a chegada da chuva.
    Minha homenagem tambem à ele !

    Abraço apertado

    ResponderExcluir
  3. Muito linda a sua homenagem a aqueles que plantam na terra pedaços de sua vida.
    Beijo.

    ResponderExcluir
  4. Mãos grotescas, curtidas pelo sol e gretadas pela terra, mãos abençoadas por Deus que particam milagres. Mais uma excelente homenagem, parabéns. Beijo

    ResponderExcluir
  5. Oi,Fabi

    Que bela homenagem!
    Engraçado é que eu sem saber,ontem comentei com meu marido,ao saber que era Dia do Disco Voador,rebati:"Por que não criam o Dia do Lavrador,do Pedreiro,do Sapateiro...daqueles que realmente produzem?"
    Pelo visto eu estava mal informada.Obrigada por me avisar..Concordo com tudo que vc escreveu!


    bjs

    ResponderExcluir
  6. Muito justa a tua homenagem. E Teu poema está belíssimo, além dessa tela de Cândido Portinari, que foi um artista sempre voltado para as questões sociais,principalmente para o homem do campo, sempre tão esquecido, desde sempre!
    Lembrei-me de "Cio da Terra", de Chico e Mílton,"...afagar a terra, conhecer os desejos da terra, cio da terra, a propícia estação..."
    Parabéns!
    Abs

    ResponderExcluir
  7. Você sempre lembrando tudo e fazenda referencias.
    Isso é muito legal.
    Vem buscar selinho em curiosa.
    Tem várias postagens, com diversos selos. Passe lá.
    Agradeço a visita e também a força, quando o meu blog sumiu.
    Bjs.
    Sandra

    ResponderExcluir
  8. Parabéns Fabiana!

    Lavra(dor) dos calos nas mãos
    que plantam e colhem...

    Abraços!

    Tonho

    ResponderExcluir

Obrigada pelo comentário.Voltem sempre.

Não vai embora ainda



Deixe um comentário, por favor!

aMiGoS Que Me NaVeGaM Na eSFeRa

CHEGOU O PORTAL DE COMUNICAÇÃO DE ARQUITETOS, ENGENHEIROS E AFINS

VISITEM O POENARCO.
O PORTAL DA ENGENHARIA, ARQUITETURA E CONSTRUÇÃO.

ShareThis