Seguidores

Siga por Email

quinta-feira, 9 de abril de 2009

É NeCeSSáRio ReViVeR o SoFRiMeNTo DELE?


Não gostaria de aqui neste espaço entrar em discussões religiosas, pois todos temos as nossas e devemos respeitar a do próximo, porém devido a semana que adentramos muitas dúvidas me rodeiam a mente.

Primeiro a própria Semana Santa, a Paixão, Morte e Ressurreição de Jesus Cristo.

São sim passagens belíssimas, mas que nos remetem a dias sofridos, dias de penitência, calvários, agonia, morte, para enfim a ressurreição e a elevação espiritual de Cristo.

Me pergunto então se devemos sempre reviver estes dias tão amargos para nosso Salvador.

Porque não o lembramos sempre com alegrias, com clarezas, com crescimentos, com aprendizagens, com conhecimentos?

Tenho plena convicção de que seria isto que ele pediria a nós cristãos.

Sabemos que somos responsáveis pelo seu sofrimento, mas porque revivê-lo a cada ano? A 2009 anos?

A própria imagem de Cristo sempre crucificado, com a sua coroa a lhe ferir a fronte, pregos a lhe rasgarem a carne não me parece ser a maneira correta de lembrança.

Eu, particularmente, prefiro lembrar-lhe por seus exemplos e atitudes e tentar não cometer os mesmos erros de seus carrascos e algozes.

Por isso nesta semana que se inicia, seria bom que analisássemos e pensássemos que seria melhor revermos nossas atitudes.

Nesta semana vamos ser mais reflectivos, mas pensativos, mais ativos, mais altivos, mais condescendente, mas não vamos reviver a agonia de Cristo.

Devemos lembrá-lo sereno, perene, completo e amigo.

E que perdoem-me os que não concordam.

Mas peço a gentileza de permitirem-me a escrita e os pensamentos.

E se puderem troquem seus ovos de Páscoa por boas ações, valerão muito mais para nosso Salvador.

FeLiZ PáSCoa a ToDoS

3 comentários:

  1. Fabiana, lindo espaço de reflexão.
    Adorei conhecer

    Obrigado por seguir o @dis-cursos.

    Boa Páscoa.

    ResponderExcluir
  2. Bela e oportuna reflexão. Aliás, quando Jesus ressuscitou o fez para deixar-nos sua marca mais significativa, a da imortalidade, da beleza, da integridade, dando-nos esperanças e luzes. Lembrá-lo derrotado, na carne, é um paradoxo que não tem mais sentido, nos tempos atuais. Não resignificar seu calvário não é esquecê-lo. Ele nos quer com ele, vitorioso de todas as agruras, de todas as ofensas, de todas as torturas. A transendência é a sua mensagem imortal, reverberando suas palavras: "Eu vim anaunciar o Reino de Deus". "O Reino de Deus não é deste mundo". Simples assim.
    Parabéns por esse outro e significativo olhar.
    Feliz Renascimento! Feliz Páscoa!
    M Angela

    ResponderExcluir
  3. Concordo com você!
    A celebração da vida é o que importa.
    Abraço.

    ResponderExcluir

Obrigada pelo comentário.Voltem sempre.

Não vai embora ainda



Deixe um comentário, por favor!

aMiGoS Que Me NaVeGaM Na eSFeRa

CHEGOU O PORTAL DE COMUNICAÇÃO DE ARQUITETOS, ENGENHEIROS E AFINS

VISITEM O POENARCO.
O PORTAL DA ENGENHARIA, ARQUITETURA E CONSTRUÇÃO.

ShareThis